Yes! Bem-vindo(a) ao clube dos identificados!

Agora que seu melhor amigo já tá identificado e seguro com a melhor tag, se liga nos cuidados que você deve ter para que ela tenha uma vida útil ainda maior durante seu uso.

O QUE POSSO FAZER

  • Se seu pet nunca usou uma tag de identificação antes, é altamente recomendável acompanhar os primeiros dias de uso. Se o pet se incomodar no primeiro momento, a dica é colocar aos poucos e ir supervisionando. Se estiver com dificuldades, tente recompensá-lo quando colocar a tag e ele entenderá que precisa usar, em poucos dias ele não sentirá mais que está usando o produto.
  • A tag é resistente a água, isso significa que você pode lavar com detergente e uma escovinha macia caso precise. Por se tratar de uma gravação em baixo relevo, muitas vezes devido a densidade oleosa dos pelos de alguns pets, poderá acumular resíduos nessas partes e poderá ter a impressão de que a gravação está “apagando”.
  • Como você pode molhar a tag sem preocupações, o pet poderá usar em praias e piscinas sem qualquer problema ou risco de danificar. No caso de usar em água salgada, recomendamos apenas que lave em água doce para que o sal não danifique a mola do fecho.
  • As tags Dog Vibe possuem filtro U.V., isso significa que o sol não irá fazer com que o produto perca a cor com o tempo ou possa prejudicar a leitura dos dados gravados.
  • Você pode usar a tag em nossas correntes durante o tempo todo para garantir que o pet fique sempre identificado. Ela também podem ser usada em conjunto com coleiras, desde que respeite a abertura do fecho para não danificá-lo.
  • As tags Dog Vibe são fabricadas em ABS, que é um polímero plástico de alta densidade. Apesar de sua grande resistência, ela é muito leve, pesando menos de 12 gramas, o que ajuda a não incomodar o pet no seu uso. Além disso, esse material não gera ruídos excessivos como as tags de metal, e isso ajuda a manter identificado também durante a noite.

O QUE NÃO DEVO FAZER

  • Nunca use a sua tag Dog Vibe em conjunto com outra tag ou acessórios metálicos, pois com o andar do pet e o balançar do produto, o atrito causado entre os dois itens fatalmente irá desgastar o material. Por mais resistente que o produto seja, o ABS não é indestrutível e poderá apresentar arranhões por conta desse atrito.
  • Observe se a tag é do tamanho ideal para o porte do pet. Em casos que o tamanho é desproporcional ao corpo, pode ocorrer de o produto arrastar no chão e arranhar. Se estiver usando em conjunto com a corrente, ajuste adequadamente para que ela fique mais próxima ao pescoço.
  • Brinquedos são feitos para roer, tags são feitas para identificar. Se o pet conseguir por algum motivo alcançar a tag com sua boca e morder, certamente o produto será destruído.
  • Nunca remova ou troque o fecho original de sua tag. Isso irá danificar o elo que fixa o fecho à tag e fará com que sua resistência esteja muito comprometida, podendo ocorrer uma perda do produto durante um passeio por exemplo. Os elos possuem uma capacidade de resistência calculada para que funcione perfeitamente para unir as partes, mas ao mesmo tempo possui certa facilidade de abertura caso ocorra um acidente e porventura o pet possa ficar preso em um cerca ou objeto por conta da tag. Caso ele puxe por extinto para se soltar, o elo romperá, e fara com que o pet se solte do local em que ele possa ter ficado preso.
  • Nunca lave a tag em máquina de lavar junto com coleiras ou qualquer acessório, isso irá danificar a superfície do produto e poderá perder os dados de gravação tornando ilegíveis.
  • Caso necessite usar algum medicamento no pet como pipetas antipulgas ou algum spray, remova a tag, pois estes químicos poderão danificar o material da tag, causando manchas e até deformação.

Se você tiver dúvidas quanto ao uso do produto, fale com o nosso time que teremos o prazer em te ajudar.

Agora que você já sabe como cuidar da sua tag de identificação, é hora de curtir ótimos momentos e sempre em segurança!