Cuidados

Como acostumar um cachorro com outro – 5 dicas para uma adaptação tranquila

Ao pensar em ter um segundo cachorro, é comum ter dúvidas como: “será que eles vão brigar?“, “o cachorro mais velho terá ciúmes?“, “o cachorro mais velho ficará triste?“. Em vista dessa grande responsabilidade que é pensar em ambos os pets, ensinaremos como acostumar  um cachorro com outro.

Veja a seguir um passo a passo completo de como acostumar um cachorro com outro e 5 dicas para te ajudar nessa adaptação.

Como acostumar um cachorro com outro: passo a passo

É muito importante que todo o processo de adaptação seja tranquilo, sem forçar proximidade dos animais ou qualquer outro aspecto deste tipo. A interação entre os animais deve ocorrer de forma espontânea, respeitando o limite de cada um. Para chegar a esse resultado, siga o passo a passo:

  1. No primeiro dia deixe que os cães se vejam, mas que não tenham contato físico. O ideal é fazer isso através de uma porta de vidro ou janela.
  2. No segundo dia os cães devem ter contato físico, porém, é importante manter uma barreira de segurança entre os dois animais, como uma caixinha de transporte ou portão.
  3. No terceiro dia você já poderá retirar essa barreira e apresentar os animais com mais proximidade. O ideal é que você segure o cão mais velho com uma guia e outra pessoa aproxime o recém-chegado também com uma guia. Eles devem se cheirar para que possam se acostumar um com o outro.
  4. No quarto dia eles devem interagir sem barreiras ou guias, mas devem ser supervisionados pelos tutores.

Nas primeiras semanas, os tutores devem supervisionar os dois cachorros para que não haja nenhum problema na socialização.

5 dicas para acostumar um cachorro com outro

Coloque as seguintes dicas em prática para adaptar os dois animais:

  1. Dê muito carinho ao cão mais velho: alguns animais são mais ciumentos que outros, assim como ocorre com crianças e adultos. O ciúmes nada mais é do que uma carência do animal junto a insegurança criada por ter um novo cachorro no lar. Sendo assim, carinho é fundamental para a adaptação dos dois animais. Dê carinho ao cão mais velho principalmente quando estiver com o “intruso”. Com o tempo, o cão mais velho associará que há amor de sobra para os dois pets.
  2. Prepare o ambiente durante a adaptação: nada de barulho, movimentação de pessoas ou situações que tiram a atenção dos animais. O ambiente de adaptação deve ser calmo, sem barulho de pessoas falando, música alta ou outro fator que atrapalhe o contato dos pets.
  3. Observe a todo momento: durante a adaptação, é importante observar o comportamento dos dois cachorros. O mais velho poderá nesta fase rosnar e ranger os dentes. Se isso acontecer, redobre a atenção para que não aconteça nenhum ataque ao animal mais novo. Já no caso do cachorro novo, perceba se ele apresenta medo, se ele está confortável com o ambiente, entre outros aspectos.
  4. Brinque com os animais: as brincadeiras são ótimas formas de aproximar os pets. Brincando eles poderão se tornar grandes amigos, desde que nada seja forçado. Deixe que eles brinquem de forma espontânea, utilizando bolinhas e outros brinquedos.
  5. Tenha objetos separados para cada pet: não misture os objetos dos pets, tais como, comedouro, pote de água, cama ou casinha, brinquedos, guia, entre outros. Cada um deve ter seus próprios objetos. Assim o mais velho terá menos ciúmes do cão mais novo e evitará brigas que poderiam ser motivadas por ciúmes.

O que fazer em caso de brigas?

Nem todos os cachorros são sociáveis, então é comum que eles briguem no início. Se isso acontecer, tenha cuidado ao separar os cães para não se machucar. Nesse momento, é comum que você queira gritar, brigar ou punir os animais, porém, você deve se controlar e não fazer isso de forma alguma.

Barulho externo é a melhor forma de desviar a atenção dos cães em situações como essa. Broncas, punições e gritos só aumentará o conflito entre os animais, podendo ainda atrapalhar a relação deles. Sendo assim, tenha sempre por perto uma latinha com pedrinhas para fazer bastante barulho caso eles apresentem comportamento agressivo.

Um comentário em “Como acostumar um cachorro com outro – 5 dicas para uma adaptação tranquila

  1. Leonardo disse:

    Adorei as dicas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *