Cuidados

Cachorro enxerga no escuro?

cachorro enxerga no escuro

Muitos mitos circulam por aí sobre a visão dos cães, afinal de contas os cães são ou não capazes de enxergar no escuro? Primeiro é importante entender como funciona a visão dos animais. Apesar de terem esse sentido similar ao nosso, os cachorros não possuem uma visão muito boa. Eles não enxergam muito bem de longe, por exemplo, e são sim capazes de ver as cores, apesar do que muita gente acha. Mas e quanto a enxergar no escuro? Vamos desvendar esse mistério.

Para isso, precisamos entender minimamente como a visão é formada, e, a partir daí, começarmos a entender como os cães enxergam. Os olhos dos cachorros possuem formas diferentes das nossas de captar as cores e luminosidade. Isso faz com que eles tenham a visão inferior à nossa em alguns aspectos. Os felinos, por exemplo, enxergam de forma inferior ao ser humano durante o dia, porém à noite a visão deles capta a luz de uma maneira que deixa nossa visão bem atrás. Isso acontece porque os olhos dos gatos são mais aptos a captar a luz, enquanto os nossos são melhores com cores. Nos cachorros acontece algo similar. Enxergar com menos nitidez durante o dia não é um problema para os amigos de quatro patas. Pelo contrário, eles possuem o faro e audição bem mais apurados que os dos seres humanos, desse modo eles compensam fácil essa dificuldade na visão.

Os cães enxergam em preto e branco?

Esse é mais um mito que percorre por aí. Afinal, os cães são capazes de enxergar e discernir as cores? A resposta é um sim, eles enxergam cores, mas com algumas ressalvas. O nosso olho humano possui três receptores de cores, isso significa que podemos distinguir as três cores primárias e suas combinações. Sendo assim, a cartela de cores que nossos olhos podem diferir é imensa. O mesmo não acontece com os cães. Eles possuem apenas dois receptores e isso faz com que eles não enxerguem algumas tonalidades específicas. Desse modo, o cérebro deles automaticamente substitui as variações não reconhecidas por tons cinzentos. Portanto é uma lenda essa história de que cachorro só enxerga em preto e branco. Mesmo não enxergando como nós eles são sim aptos a verem e distinguir cores, mesmo que com limitações. Falando em limitação há ainda um outro detalhe sobre a visão dos caninos: eles não enxergam bem de longe. Quer dizer que meu cachorro é míope? Mais ou menos isso… A forma como as imagens se formam em suas retinas é diferente da nossa forma de ver o mundo. Uma pessoa pode ver muito bem há metros de distância, considerando que ela não tenha nenhum impedimento na visão ou use óculos de correção. Porém um cachorro enxerga bem apenas a uma distância bem curta. E não, eles não precisam usar óculos para enxergar melhor objetos mais distantes. Isso é algo natural pra eles e essa diferença é compensada pelos outros sentidos mais aguçados, como o olfato e a audição.

Como funciona a visão noturna dos cachorros

Os cães enxergam cores e não veem com tanta nitidez objetos distantes. Porém eles possuem uma habilidade que seria invejável pelos humanos. É a tal da visão noturna. Isso se dá pelo fato do animal ter mais receptores de luminosidade, desse modo sua visão capta mais informações em ambiente não tão bem iluminados, como uma penumbra por exemplo. Não significa que eles conseguem ver tudo no completo escuro. Mesmo que eles tenham mais receptores de luminosidade ainda assim é necessário alguma luminosidade mínima para que ele capte e enxergue algo. Desse modo ele enxerga melhor em contextos de meia luz e ambiente com pouca luminosidade, mas não é capaz de enxergar nada em ambientes completamente escuros, assim como nós. O que diferencia nesse caso são os sentidos de orientação, localização e faro mais apurados, bem como uma audição excelente para captar ruídos do vento, de pessoas e de outros animais. Isso faz com que os cães se movimentem melhor no escuro, sendo mais capazes de discernir direções e seguir pistas.

Cuide para que seu cão enxergue bem a vida toda

Os nossos tão queridos amigos de quatro patas infelizmente possuem uma vida mais curta que a nossa. Enquanto a média de estimativa de vida de uma pessoa pode chegar a 80 ou 90 anos, entre os cachorros e gatos a faixa etária pode atingir no máximo 16 ou 17 anos, com algumas exceções, é claro. Isso faz com que os cães atinjam a fase adulta bem mais cedo e consequentemente a velhice deles também é precoce. Problemas de visão e de saúde dos olhos entre os animais idosos é muito comum, por isso é importante prestar atenção a alguns sinais que os cães demonstram quando estão com a visão prejudicada ou doente. Alguns problemas podem ser evitados ou reduzidos. Por isso, mesmo que a velhice seja algo inevitável e certo, vale a pena alguns cuidados para que nossos amigões atinjam sua plena idade com a maior qualidade de vida possível. Portanto preste atenção aos principais sinais de doenças nos olhos que afetam a visão de cães e gatos:

  • Dificuldade de desviar de objetos: Se o seu cão esbarra em coisas que antes conseguia contornar isso pode ser um indício de que suas vistas não andam tão bem assim. Vale a pena uma ida ao veterinário para que este indique um especialista oftalmologista para cães ou outras alternativas.
  • Mudança da coloração ocular: Provavelmente você já viu algum cãozinho idoso com os olhos esbranquiçados ou com a coloração natural alterada. Isso também indica problemas na visão dos pets.
  • Secreção intensa nos olhos: Os cachorros também podem ser acometidos por conjuntivites e outras irritações nos olhos. Por isso se seu animal produz muitas “remelas” e secreção nos olhos fique atento e procure um especialista.

Problemas de visão influenciam diretamente na qualidade de vida dos animais, por isso é importante buscar cuidados médicos ao notar algo diferente do comum. Com todas essas informações valiosas você pode cuidar muito melhor de quem cuida de você e traz alegria e leveza para sua vida: o seu cachorro. E agora você entende mais sobre como funciona a visão dele e pode inclusive entender melhor seu comportamento em algumas situações. Não esqueça de nos contar aqui abaixo o que achou deste artigo e compartilhar suas experiências caninas conosco. Vamos adorar saber!

blog 2