Cuidados

Seu cachorro está destruindo a casa inteira? Saiba como inibir esse comportamento

Todo mundo que tem pets em casa já passou pela situação de encontrar algo mastigado ou destruído pelos nossos melhores amigos. Sapatos e estofados são os materiais preferidos pelos dentinhos dos cachorros.

Morder e roer coisas faz parte da natureza dos dogs e isso é uma forma deles extravasarem alguns sentimentos e emoções. Eles podem fazer isso por várias razões, dentre elas:

Curiosidade, vontade de brincar e se distrair, ansiedade, energia sobrando ou mesmo excesso de estresse. Os filhotinhos apresentam esse problema de maneira mais acentuada, uma vez que estão com seus dentes nascendo e coçando muito, por isso eles têm mais do que a necessidade de brincar colocando coisas na boca para morder.

Além disso, muito animais mordem para espantar o tédio, coçar a gengiva e limpar os dentes, ou mesmo por falta de atividade física e mental. Por isso encontrar objetos mastigados pode ser somente a ponta do iceberg de algo maior. É necessário observar o animal com mais frequência e analisar outros sinais que ele vem apresentando antes de criar um ambiente de reprovação e brigas.

A necessidade de morder e mastigar coisas pode estar mascarando outras questões como necessidade de mais divertimento e socialização. Nesse caso seu animal pode estar precisando dar uma voltinha com mais frequência ou até mesmo mais interações e brincadeiras ou motivos para se movimentar e mexer o esqueleto.

O que fazer para meu cachorro não comer a casa toda

Distraí-lo nesses momentos pode funcionar. Para isso você pode fazer uso de brinquedos mordedores de plástico, couro ou borracha e petiscos mais mastigáveis, tais como ossinhos e biscoitos. Também é possível criar um brinquedo com garrafa pet com ração dentro e um furo na lateral para que o animal gaste energia mordendo e virando a garrafa a fim de pegar a recompensa.

Para impedir que ele coma tudo ao redor é possível também apelar para produtos específicos criados para impedir que os cães mordam móveis e outros objetos. São produtos que deixam um gosto amargo e inibe a vontade de mastigar aqueles objetos. O ponto negativo é que facilmente seu pet vai encontrar outra coisa pra ser mordida e substituir o indesejável hábito.

Muitos donos retiram do alcance dos animais objetos frequentemente mordidos sem oferecer algo em troca. Isso não deve ser feito pois se o seu pet está mordendo algo com frequência é sinal de que ele precisa dissipar algo e a mastigação é a forma que encontrou para tal. Se ele estiver estressado, por exemplo, não ter nada para morder vai deixá-lo mais estressado ainda. Por isso sempre ofereça uma alternativa, nem que seja um objeto velho.

Além disso, muitos cães quando ainda filhotes mordem suas próprias casinhas, camas e até mesmo tapetes higiênicos ou sacolas plásticas, engolindo tecido, espuma e outros materiais não adequados à ingestão. Isso pode ser muito prejudicial, por isso é importante deixar à disposição do animal brinquedos mordedores e educá-lo para esse uso.

Músicas que acalmam também ajudam a fazer com que o cachorro fique mais tranquilo durante os dias mais agitados. Tente acostumar e a criar um hábito com sons que deixem seu pet mais tranquilo.

Adestrar ainda é a melhor opção

Desse modo o seu melhor amigo entende de uma vez por todas o que pode mastigar e o que não pode. Assim não corremos o risco de ele só se comportar quando você estiver com ele. O adestramento educa e cria padrões no animal e você pode e deve usar isso para evitar que ele mastigue (e até engula) coisas inapropriadas.

Os brinquedos e ossos ajudam no processo, mas sozinhos não fazem milagres. Para ensiná-los a respeitar o que é ou não de morder é preciso repreender com firmeza quando ele mordiscar algo falando alto, batendo uma palma ou fazendo “shhh” quando ele esboçar que está prestes a morder algo. Em seguida ofereça o osso ou o brinquedo e aos poucos ele vai entender que essa é a coisa certa a se fazer.

Há ainda as opções de adestramento junto a um profissional habilitado para tal. Para isso é necessário fazer um acompanhamento periódico para que o treinamento seja eficaz. Se o seu cachorro está na fase da infância vale muito a pena, uma vez que ele vai aprender também outros hábitos e ações que melhoram a convivência como um todo.

Leve-o para passear com mais frequência

Cachorros amam brincar e socializar com humanos e até mesmo com outros dogs. Ele precisa disso para se sentir alegre e com saúde. Um animal que sai para passear ao menos duas vezes por dia se sentem mais feliz e é menos propenso a comer os móveis de casa. Além disso, esse hábito o ajuda a desenvolver disciplina e a esperar pelo passeio, ou seja, ele vai pensar duas vezes antes de trocar uma mordiscada no seu sapato por uma voltinha no quarteirão.

Incentive brincadeiras para que o pet gaste bastante energia e se exercite. Jogar a bolinha algumas vezes ao dia enquanto caminha até o banheiro, por exemplo, já faz bastante diferença na carga de atividade e mobilização diária do seu dog. Ele vai se exercitar mais e consequentemente sentir menos a necessidade de morder o que não deve. Além disso ele vai passar a interagir e a respeitar mais o dono por meio do contato mais frequente.

Mastigar faz parte da natureza dos nossos melhores amigos e não podemos tirar esse instinto deles. O que pode ser feito é apenas minimizar as causas de uma mastigação excessiva e propor-lhe alternativas. Os nossos amigos precisam de respeito, atenção e compreensão e não de maus tratos ou distratos. Por isso tenha cuidado ao repreender seu cachorro da próxima vez que ele morder algo na sua casa, ele não vai (e não pode) entender que morder é errado, afinal pra eles é intuitivo e parece algo muito certo e necessário de ser feito.

Um convívio saudável, amigável e feliz é construído no dia a dia por meio dos pequenos gestos de cuidado e afetuosidade. Mostre para o seu pet que você se importa com ele e não apenas com seu móvel mastigado. Elogie e recompense ao perceber mudanças de comportamento, mesmo que mínimas. Isso faz toda a diferença na confiança e bem-estar entre vocês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *