Cuidados

Quantas vacinas o cachorro tem que tomar? Aprenda tudo sobre as principais vacinas

Em algum momento você já deve ter se perguntado: quantas vacinas o cachorro tem que tomar? Isso porque são muitos tipos de vacinas e cada uma delas protege contra diversas doenças. Você também pode ter dúvidas como: é necessário vacinar sempre o cachorro? É obrigatório?

Responderemos tudo isso a seguir! Confira o post até o final e aprenda tudo que você precisa saber sobre as principais vacinas.

Por que vacinar os cães?

Os cães, assim como os bebês e outros filhotes, nascem sem os anticorpos necessários para combater as diversas doenças que existem. É através do leite materno que eles recebem algumas das imunizações necessárias para a sobrevivência nos primeiros meses de vida.

Porém, após o desmame os cães não estão protegidos contra doenças comuns que acometem os animais, tais como: cinomose, hepatite infecciosa canina, parvovirose, leptospirose, entre outras.

A vacinação é a forma de prevenção destas doenças mais eficaz que existe. Por isso, é recomendado que todos os cães sejam vacinados dentro do período indicado para cada vacina. Ninguém é obrigado a vacinar o cachorro, porém, você precisa ter em mente a necessidade de evitar problemas de saúde graves que podem causar sequelas e até a morte do animal. Por isso, a vacinação é primordial para a saúde e bem-estar de todos os pets.

Tipos de vacinas mais comuns

Há muitas vacinas que podem ser utilizadas nos cães para protegê-los contra várias doenças. Entre as mais comuns estão:

  • V8, V10 e V12 – protegem contra diversas doenças, principalmente cinomose,  parvovirose, coronavirose, leptospirose, hepatite infecciosa, adenovirose  e parainfluenza;
  • Gripe canina
  • Raiva canina
  • Leishmaniose
  • Giárdia

Filhote: quantas vacinas o cachorro tem que tomar?

Os filhotes precisam tomar as mesmas vacinas que os cães adultos. Nessa fase, é recomendado, aliás, que sejam aplicadas mais de uma dose, dependendo da vacina. Veja a seguir as recomendações de vacinação para filhotes:

  • V8, V10 e V12 – podem ser dadas entre a 6ª e 8ª semana de vida do animal. São 4 doses com intervalo de 3 a 4 semanas.
  • Gripe canina – a partir da 8ª semana de vida do animal. São 2 doses com intervalo de 4 semanas.
  • Raiva canina – a partir da 16ª semana de vida do animal. Dose única com reforço anual.
  • Leishmaniose – a partir da 16ª semana de vida do animal. São 3 doses com intervalo de 3 semanas.
  • Giárdia – a partir da 12ª semana de vida do animal. São 2 doses com intervalo de 3 a 4 semanas.

Adulto: quantas vacinas o cachorro tem que tomar?

Quando vacinados ainda filhotes, os cães adultos precisam apenas realizar o reforço anual de cada vacina. Porém, caso o seu cachorro não tenha sido vacinado devidamente quando era filhote, é importante seguir o calendário de vacinação indicado para cada vacina, conforme é prescrito para os cães filhotes.

Em todo o caso, se tiver dúvidas consulte um veterinário, pois ele poderá indicar o melhor tratamento, caso seu cachorro ainda não tenha sido vacinado.

Considerando um cão que recebeu todas as vacinas quando era filhote, é importante reforçar a dose das vacinas anualmente. Isso significa que todos os anos é preciso dar a dose de reforço no animal.

Observação importante sobre quantas vacinas o cachorro tem que tomar

É recomendado que você consulte o veterinário para ter certeza sobre as vacinas que o seu pet precisa tomar. Afinal, nem todo cachorro é igual, por isso, a imunização pode ser diferente. Se o seu pet possui uma imunidade baixa, o veterinário poderá avaliar melhor e recomendar um calendário diferente para a vacinação.

Sendo assim, sempre consulte um médico veterinário antes de iniciar a vacinação do seu cachorro. Ele é quem poderá passar o melhor calendário de vacinação para seu pet.

Compartilhe esse post com seus amigos que queiram saber mais sobre isso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *