Cuidados

Doenças em cachorro: Quais são os cuidados para evitá-las?

doenças em cachorro

Ver nossos amigos pets doentes é uma das piores sensações do mundo! Por isso, todo cuidado é pouco para evitar as principais doenças em cachorro. Mas para evitá-las, é preciso saber quais são as doenças mais comuns em cães e os sintomas que elas apresentam.

Pensando nisso, reunimos as 5 doenças em cachorro mais comuns, considerando os sintomas apresentados, tratamento e como evitá-las. Veja quais são elas a seguir!

Principais doenças em cachorro

Todo mundo sabe que a prevenção é a melhor forma de evitar todos os tipos de doenças em cachorro, gatos ou qualquer outro animal de estimação. Mas para saber quais métodos preventivos colocar em prática, é preciso entender um pouco sobre cada tipo de doença.

1. Alergia alimentar

O próprio nome já diz, a alergia alimentar é o processo imunológico desenvolvido pelo organismo do cachorro ao entrar em contato com determinada substância.

Sintomas: diarreia, vômito, vermelhidão, descamação na pele e coceira.

Causas: substâncias químicas, conservantes, ingestão de alimentos perigosos como uva e chocolate.

Tratamento: é necessário identificar o causador da alergia alimentar e substituir o alimento, exemplo: alimentação caseira.

Como evitar: não comprar ração de baixa qualidade, escolher rações que não tenham corante, conservantes e muitos aditivos químicos. Você também pode substituir o comedouro de plástico por outro de alumínio ou inox para prevenir alergia alimentar.

2. Parvovirose

É uma das doenças em cachorro mais perigosas. Quando contaminados com o vírus, o animal fica extremamente debilitado, podendo em muitos casos morrer de desidratação ou de miocardite, que é uma das complicações geradas pela parvovirose.

Em filhotes, a doença quase sempre é fatal!

Sintomas: sangue nas fezes, diarreia, febre, vômito, desidratação, taquicardia, hipotermia e recusa de comida.

Causas: vírus.

Tratamento: combater apenas os sintomas da doença enquanto o animal cria imunidade para combater o vírus.

Como evitar: a vacina polivalente para cachorro é a única prevenção da doença.

3. Erlichiose

A famosa doença do carrapato também está entre as doenças em cachorro mais comuns. Ela é considerada uma doença grave e merece grande atenção.

Sintomas: febre, vômito, tosse, anemia, perda do apetite, hematomas, diarreia, dificuldade para respirar e depressão.

Causas: picada de carrapato contaminado.

Tratamento: feito através de remédios, quando diagnosticado no início, ou internação, quando em estágio muito avançado.

Como evitar: aplicação mensal de ectoparasitas, que são remédios que evitam a infestação de carrapatos nos cães.

4. Otite

A inflamação de ouvido é um problema comum para os cães, assim como para humanos e outros animais.

Sintomas: coceira nas orelhas, cabeça lateralizada, secreção amarela e cheiro forte.

Causas: pode ser causada por fungos, parasitas ou sebo.

Tratamento: é feito com remédios específicos para combater a causa da otite.

Como evitar: não molhe os ouvidos dos cães durante o banho, faça a limpeza de ouvido com cuidado para não prejudicar a região e não deixe o cão com a cabeça para fora do carro, pois o vento forte no ouvido pode desencadear a doença.

5. Obesidade

É uma das doenças mais comuns em seres humanos e em cachorros também. Essa doença é caracterizada pelo excesso de gordura em cachorros que não se exercitam regularmente e que se alimentam mal.

Sintomas: falta de fôlego durante os passeios, corpo rechonchudo e peso acima do indicado para a raça.

Causas: má alimentação e a falta de exercícios físicos.

Tratamento: alimentação saudável, prática de exercícios físicos e acompanhamento veterinário para avaliar o desempenho.

Como evitar: oferecer ração de boa qualidade ou comida caseira em proporção adequada com os nutrientes necessários. Não ofereça comida inadequada para os cães, controlar a quantidade de petiscos e outras guloseimas.

Um outra técnica de tratamento muito utilizada para tratamento de diversas doenças e que possui ótimos resultados é a acupuntura veterinária. Nessa técnica, a pele é perfurada com agulhas bem finas de aço inoxidável, em locais próprios. Além disso, a acupuntura também trabalha com laser, ultrassom, banhos de luz, estimulação por massagens e exercícios.

 

doenças em cachorro 2

Como prevenir doenças em cachorro

Cada doença possui um método de prevenção diferente, já que existe uma variedade muito grande de enfermidades que podem acometer os cães. Nesse caso, é indicado que você dê todas as vacinas necessárias e que faça acompanhamento veterinário sempre que possível. Acompanhar o dia-a-dia do seu cachorro e mudanças em seu comportamento são importantes para que possa identificar qualquer alteração na sua saúde o quanto antes.

Gostou das dicas? Se inscreva na nossa newsletter que você receberá via e-mail novidades e assuntos do seu interesse.

banner post blog