Cuidados

O que é a doença do carrapato e como lidar com o problema?

O verão e o seu clima delicioso aumentam a vontade de estar na rua e curtir parques, praças e praias com o seu peludo, não é mesmo? Mas as altas temperaturas combinadas com a umidade também favorecem a multiplicação de carrapatos no ambiente, deixando nossos parceiros ainda mais vulneráveis à doença do carrapato.

Essa enfermidade atormenta muito os tutores de cachorros, pois não existe vacina e, apesar de haver tratamento e cura, pode ser fatal. Sim, isso mesmo: a doença do carrapato pode matar. Já sabe, né? Cuidados redobrados nas estações quentes!

Mas você sabe o que é a doença do carrapato e como ela é transmitida? Quais são seus sintomas e tratamentos? Neste post explicamos tudo! Vamos lá?

O que é a doença do carrapato?

O carrapato é um aracnídeo ectoparasita hematófago, isto é, se instala fora do corpo do hospedeiro se alimentando do seu sangue. A doença do carrapato, por sua vez, é causada por bactérias ou protozoários que foram introduzidos no cão por meio da picada do carrapato. Ou seja, o aracnídeo é simplesmente o vetor da doença.

Isso significa que, mesmo que seu amigão não esteja carregando o parasita no momento do diagnóstico, ele pode estar contaminado pela doença por ter tido contato anteriormente com o carrapato. Por isso, muita atenção aos sintomas! Já, já falaremos deles.

Antes, você precisa saber que a doença do carrapato se apresenta de duas formas por ser causada por agentes diferentes. Porém, elas provocam manifestações muito similares e é bastante comum que ocorram simultaneamente no cachorro. Veja a seguir!

Erlichiose (ou Erliquiose)

É causada, principalmente, pela bactéria Ehrlichia canis e é a forma mais severa da doença. Ela ataca os glóbulos brancos do sangue do animal infectado e, por isso, seu sistema imune fica comprometido, deixando o cão extremamente suscetível.

Babesiose

Causada pelo protozoário Babesia canis, difere-se da Erliquiose por atacar os glóbulos vermelhos do cão. Muitas vezes, os sintomas clínicos só aparecem quando o cachorro fez muito esforço (de exercícios físicos), passou por cirurgia ou teve outra infecção.

Quais são os sintomas da doença do carrapato?

A doença do carrapato tem 3 fases: a aguda, com manifestações comuns a uma infecção (como febre e falta de apetite); a subclínica, que não exibe sintomas e pode ficar incubada por anos após a picada do carrapato; e a fase crônica, que tem sintomas semelhantes aos da primeira fase, porém mais críticos e intensos.

Assim, os sintomas podem ser:

  • febre;
  • icterícia;
  • fraqueza;
  • vômitos;
  • falta de apetite;
  • perda de peso;
  • mucosas pálidas;
  • inchaço nas patas;
  • perturbações nervosas;
  • dificuldades respiratórias;
  • apatia ou depressão (devido à anemia);
  • manchas avermelhadas na pele;
  • abdômen sensível e dolorido;
  • facilidade de adquirir infecções como pneumonia e problemas de pele;
  • sangramento nasal e urinário (dificuldade de coagulação sanguínea devido ao baixo número de plaquetas).

Quais são os tratamentos?

Percebeu algum sintoma em seu peludo? Então, corra para o veterinário! Mas calma, tenha em mente que a doença do carrapato tem tratamento, pode ser feito em qualquer fase e vai compreender duas questões: o combate ao agente causador e a correção dos problemas provocados por esse parasita.

Assim, após realizar o exame de sangue que identifica a forma da doença, serão aplicados antibióticos para Erliquiose ou piroplasmicidas para Babesiose, capazes de destruir os parasitas. É possível que seu amigo precise de complementação com soro ou transfusão sanguínea.

Como prevenir a doença?

O melhor remédio é sempre a prevenção, concorda? Então, para deixar esse pesadelo bem longe do peludo, tome os seguintes cuidados:

  • monitore a presença de carrapatos no seu cão;
  • dê banhos e use xampus ou sabonetes carrapaticidas de efeito imediato;
  • mantenha a grama do jardim curta e o pátio limpo;
  • fique atento aos hotéis para cachorros (se há outro cão infectado e carrapatos no local);
  • aplique produtos antipulgas e anticarrapatos periodicamente.

Você percebeu, né? A doença do carrapato é muito perigosa, mas tem tratamento e pode ser facilmente prevenida. Leve seu parceiro ao veterinário assim que perceber qualquer sintoma ou mudança no comportamento. Aproveite os momentos ao ar livre com o seu amigo, mas não facilite para os parasitas!

Por isso, confira agora o nosso artigo e saiba como eliminar pulgas e carrapatos do seu cão!

2 comentários em “O que é a doença do carrapato e como lidar com o problema?

  1. Avatar Raquel disse:

    Muito bom esse artigo, foi bastante esclarecedor!

    1. Nuno Nuno disse:

      Valeu Raquel! :*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *