Cuidados

Plaquinha de identificação para cachorro: por que seu pet deve usar?

buldogue francês com tag de identificação

Sabemos que os nossos melhores amigos estão sempre em busca de aventuras, querendo descobrir tudo que acontece no mundo lá fora. Mas essa vibe também pode deixá-los em situação de perigo! Por isso, é hora de considerar o uso de uma plaquinha de identificação para cachorro.

Quem tem um pet sabe que as fugas são uma preocupação constante. A guia pode arrebentar no meio de um passeio, o cão pode pular o muro da casa, sair escondido enquanto o portão está aberto, resolver perseguir outro animal… Ele pode até estranhar quando está no pet shop ou em um hotel próprio para cães e sair correndo dali.

Neste post, vamos mostrar a importância das tags e como você pode manter o seu parceiro canino sempre seguro com o uso delas. Acompanhe!

O que considerar ao adquirir uma plaquinha de identificação para cachorro?

A plaquinha deve se prender firmemente à coleira/corrente, não enferrujar e não desbotar. É essencial que ela possa ser usada em qualquer ambiente — na cidade ou até em praias e montanhas. Procure também uma que seja leve e que faça pouco ou nenhum barulho, já que o seu amigo de quatro patas deve se acostumar com o uso dela.

Também é importante que a corrente que segura a tag seja de bastante qualidade. Assim como a plaquinha, procure por um material resistente e leve. Compre conforme o tamanho e porte do seu peludo.

Como manter o cão sempre seguro com o uso da tag?

Coloque as informações de forma legível

Os dados mais importantes que devem constar nesse pingente são nome do pet e telefone atualizado (de preferência, um celular com conta no WhatsApp). Dessa forma, a pessoa que tiver recuperado o seu cão em caso de fuga pode mostrar fotos dele, comprovando que o resgatou e que está tudo bem.

Se você viaja bastante ou vive em uma área com pouca recepção de sinal, acrescente outro número. Pode ser o de algum parente ou amigo, e até o seu telefone fixo.

Não tire a plaquinha de identificação em nenhuma hipótese

Mesmo que o seu parceiro canino nunca tenha tido problemas com fugas, é essencial manter a tag nele o tempo todo, inclusive dentro de casa. Afinal, como já dissemos, o pet pode fugir por diversos motivos, sendo a maioria deles por pura vontade de explorar por aí. Isso não significa que ele não ame você incondicionalmente, ok?

Se é a primeira vez que o seu amigo usa uma plaquinha de identificação para cachorros, certifique-se de que ele está se adaptando bem ao uso desse acessório. Acredite: depois de se acostumar, ele mesmo vai se sentir estranho se estiver sem o objeto.

Verifique sempre se a plaquinha de identificação está firme na corrente

Como o seu companheiro adora brincar e se divertir, é preciso ficar de olho para ver se a plaquinha está do jeito que você a adquiriu. O fecho que prende a tag na coleira ainda está resistente? As informações continuam legíveis? A própria corrente está firme no pescoço?

Atenção: isso não significa que ela deve estar muito apertada. Por isso, o tamanho deve ser adequado, para que o seu amigo esteja, além de seguro, confortável.

Não leve o seu amigo para passear sem guia e coleira

Mesmo que o seu pet consiga passear solto pelas ruas sem dar nenhum trabalho, não é possível garantir que os outros cães também sejam tão tranquilos assim. Algum conflito pode acontecer e resultar na fuga do seu parceiro de quatro patas. Use coleiras firmes para mantê-lo sempre em segurança. Assim, em caso de imprevistos, você consegue puxá-lo rapidamente e sair daquela situação.

Como você viu, a plaquinha de identificação para cachorro é essencial, já que ela garante que o seu peludo estará de volta são e salvo! E é muito fácil adquirir uma. Existem opções que não só apresentam tudo isso que mencionamos aqui, mas também deixam o seu pet cheio de charme e estilo.

Então, não deixe de conferir o site da Dog Vibe para ver as tags maneiras que preparamos para você e o seu melhor amigo! Aproveite e conheça a nossa corrente para tags de identificação, que permite deixar seu cão o dia todo identificado sem a necessidade de uso constante da coleira.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *