Cuidados

Seu cachorro fugiu? Veja o que deve ser feito para encontrá-lo

E aí pessoal, tudo certo? No artigo de hoje vamos falar sobre um assunto de extrema importância. Só quem já passou pela experiência de ver que o cachorro fugiu de casa sabe o desespero que é não ter notícias sobre o peludo e não saber nem mesmo se um dia ele vai voltar.

Os dogs são tidos como parte da família e verdadeiros companheiros. Por isso, não é difícil imaginar o tamanho desespero em uma situação de fuga. Existem algumas medidas que podem ser tomadas para evitar essa situação e uma delas é garantir que seu cão esteja sempre devidamente identificado com uma tag onde tenha as principais informações sobre ele e seus tutores. Mas sabemos também que acidentes acontecem.

Pensando nisso, vamos mostrar neste post que é possível, sim, encontrar seu amigo! Vamos lá?

Percorra as proximidades do local de desaparecimento

A primeira coisa a se fazer é percorrer as redondezas do desaparecimento chamando pelo nome do seu dog. Procure em todos os locais possíveis que um cachorro assustado poderia se esconder: becos, arbustos, embaixo de carros ou qualquer outro lugar que seu cão caiba.

Mostre fotos para as pessoas que estiverem na rua e nos comércios perguntando se alguém viu o animal e deixe seu contato caso alguém tenha alguma notícia.

Distribua folhetos impressos

Se a busca nas redondezas não for suficiente, faça folhetos e imprima várias cópias para fixar nos postes e nos murais de anúncios dos prédios.

Ademais, deixe-os em estabelecimentos da região e entregue em todas as clinicas veterinárias e pet shops que tiverem por perto. Em muitos casos os animais são levados para esses lugares.

Lembre-se de colocar as seguintes informações:

  • foto com boa qualidade;
  • nome que o animal atende;
  • características físicas – raça, sexo, idade, tamanho, cor etc;
  • dia que foi perdido;
  • local de desaparecimento – rua, bairro, parque etc;
  • informações de contato – nome do tutor, telefone, e-mail etc.

Essas são as informações básicas para as pessoas conseguirem identificar o animal e entrar em contato com os tutores. Há ainda quem ofereça recompensas. Nesse caso é importante não informar o valor no anúncio, pois pode ser alvo de trotes, atrapalhando as buscas e atraindo até mesmo pessoas com más intenções.

Crie um post na internet e nas redes sociais

Sabemos muito bem do enorme poder que a internet tem e nesses momentos é preciso saber usá-la da forma correta. Inclusive são inúmeros os casos de cães encontrados usando essa ferramenta. Além de criar um post com as mesmas informações que o folheto impresso, é possível incluir mais fotos que ajudem na identificação do animal.

Peça ajuda para pessoas influentes que tenham bastante visibilidade e para conhecidos da região compartilharem em suas redes sociais, a fim de atingir o maior número de pessoas.

Além disso, exitem alguns sites que podem ajudar nessa missão:

Informe as pessoas que trabalham nas redondezas

Outra dica muito importante é pedir ajuda para as pessoas que trabalham na região, como carteiros, entregadores e garis. Elas costumam percorrer boa parte da cidade e podem ajudar com a distribuição dos folhetos, além de ficarem atentas caso encontrem alguma pista do fujão.

Por mais que seja um momento delicado e de muita preocupação, é preciso agir com calma, mas de forma ágil para encontrar o peludo o mais rápido possível. Então, se o seu cachorro fugiu, siga essas dicas que passamos que temos certeza que dará tudo certo e ele será encontrado!

Lembrando que é sempre importante que seu dog esteja devidamente identificado para ajudar nesse tipo de situação e a Dog Vibe oferece diversas opções de tags em tamanhos e cores diferentes para todos os portes. Além de incríveis e cheios de estilo, os modelos já são entregues com os dados gravados de forma que não apagam com o tempo.

E aí, se o cachorro fugiu, você saberá como proceder, certo? Agora, que tal conferir o artigo que preparamos com tudo que você precisa saber sobre as vantagens do adestramento? Aproveite!

Posts Relacionados

10 comentários em “Seu cachorro fugiu? Veja o que deve ser feito para encontrá-lo

  1. Flavi disse:

    Nossa, essa matéria além de dar ótimas dicas, deixa um frio enorme na alma… Sempre vejo nas redes sociais pedidos de compartilhamento para cães desaparecidos: isso me mata! Acho que, o conjunto de matérias que já foram lidas aqui no Blog Vibe, servem para elucidar e minimizar os riscos de fuga (adestramento, importância da identificação, cinto de segurança, tipos de coleiras, cuidados ao deixar os cães sozinhos em casa), e esse post ajuda muito ao que deve ser feito para se, isso acontecer. Pedir ajuda para quem trabalha na Região é de suma importância, pois, apesar de muitos terem acesso ao mundo virtual, ainda existem muitas pessoas que não compartilham das redes sociais, e podem ser de vital importância se avistarem o Pet desaparecido. Mas, a TAG DE IDENTIFICAÇÃO é essencial. Infelizmente a população de animais nas ruas é enorme, e muitas pessoas até gostariam de ajudar mas não podem. Muitos animais nas ruas não são resgatados, por n questões. Mas, se avista um animal, de coleira e identificação, as pessoas tendem a resgatar, pois imaginam que o cachorro se perdeu, e isso pode ser a diferença entre o seu resgate. Eu tenho uma campanha pessoal quanto a identificação dos Pets, inclusive acho que deveria ser Lei. O Blog está de parabéns pelas matérias abordadas, e que sejam amplamente divulgadas.

  2. Doró disse:

    Manter a calma nessas horas é fundamental. Pedir ajuda a uma pessoa próxima pra auxiliar nas buscas, pois o emocional pode atrapalhar. Amei a dica de não divulgar valores, caso ofereça recompensa, pois é comum ver anúncios informando. Com certeza devemos ter o cuidado de não contar com a sorte e sempre colocar as Tags de Identificação em nossos filhotes.

  3. Tatiana Moura disse:

    Dicas muito importantes!! Deus me livre passar por isso um dia, mas infelizmente imprevistos podem acontecer!!! Uso da TAG, sem duvidas essencial né ? Mas, Espalhar nas redes sociais acho de extrema importância, grupos de whats, pq atinge um número maior de pessoas que vai compartilhar com outras!!! E em pouco tempo muitas pessoas já estarão dispostas a ajudar!!

    1. Nuno Nuno disse:

      Oi Tati! Isso mesmo! As redes sociais são grandes aliadas nessa causa!

  4. Vângela Queiroz disse:

    Só em ler a matéria meu coração acelerou só em pensar na minha doguinha perdida em algum lugar. Pirava senhor!!! Pior que eu acho que a bichinha ia se acostumar fácil em outro lugar, se fosse bem tratada. E eu ia morrer por dentro. Por isso e outras que uso tag de indentificação onde vou… e claro!!! Uso as tags da Dog Vibe porque são lindas, estilosas e não fazem barulho.

    1. Nuno Nuno disse:

      Só de pensar ficamos apavorados mesmo! Identificação sempre!

  5. Raquel disse:

    Laka uma vez fugiu enquanto eu fui levar o lixo na lixeira do prédio. Foi um desespero, comecei a correr as escadas, mas um morador pegou e entregou ela ao porteiro. Desde esse dia ela fica identificada até em casa. Muito boas as dicas sobre procurar nas vet e petshops e avisar aos comerciantes. Adorei o artigo!

    1. Nuno Nuno disse:

      Oi Raquel! Tenho certeza que você não esperava que isso pudesse acontecer não é mesmo? Todo cuidado é pouco nessas situações!

  6. Lorena disse:

    Tbm e bom procurar o pet no local q costuma passear com ele se for proximo ao local da fulga.

    1. Nuno Nuno disse:

      Verdade Lorena! Fundamental ir aos locais de passeio, pois lá ficam muitos cheiros que atraem os cães. Obrigado pela visita!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *